Ocupações nos colégios do Rio



Amigos, tive durante um período não muito longo o prazer de conhecer o Colégio Visconde de Cairu quando, já pela terceira vez, tentava cursar a única matéria que me faltou para me formar no curso de licenciatura em Geografia, a tal da prática em ensino.
Apesar de ter estudado até a quinta série em escola municipal, minha experiência mais recente tinha sido no Pedro II, primeiro como aluno (durante 7 anos) e depois como estagiário (2 vezes).
O contraste entre o Pedro II - Humaitá e o Visconde de Cairu era evidente, principalmente na estrutura das escolas e na origem social e geográfica do alunado. Porém, percebia que em comum às duas escolas existia uma apatia na relação professor-estudante-escola que me incomodava a ponto de não conseguir mais fazer parte daquilo (e não me ver trabalhando com isso).
Não por distanciamento, muito pelo contrário. Mergulhei em lembranças de que por mais idealizada que seja nossa vida escolar (e todas as incríveis e verdadeiras descobertas, aprendizados e amizades) esta apatia opressora foi a tônica durante a década estendida que passamos neste ambiente.
Não existimos para ficarmos horas sentados, calados, ouvindo um professor desmotivado tentando transmitir um conhecimento que muitas vezes nada nos interessa. O ambiente escolar, principalmente o do Pedro II, era muito opressor: não só pela disciplina exigida mas pelas 'brincadeiras', que comumente descambavam pra um machismo grosseiro, homofobia gritante, e mesmo racismo explícito.
A realidade no Cairu, d'outro lado da cidade, era bem diferente. A disciplina não era o forte. A professora preferia ter pouquíssimos alunos em sala, desde que esses não lhe trouxessem problemas. A aula se limitava à cópia de alguns parágrafos, os quais os alunos pouco entendiam. Entretanto a tônica era a mesma: um ambiente de enganação.
O Estado finge que se importa, que dá estrutura; os professores fingem que recebem bem, e que tem possibilidade de trabalho; os alunos fingem que se interessam e que aprendem.
É por isso tudo que tenho absurda admiração aos vários colegas que se alistaram nesta guerra que é a luta por melhorias na educação escolar no Brasil!
Passado este tempo na prática de ensino já me maravilhei e emocionei com várias experiências destes amigos que mantém a esperança acesa. Com as suas dedicações, alegrias e decepções. Mas principalmente com a energia juvenil e necessariamente transformadora que trazem e compartem com seus alunos.
Para mim a luta será em outras trincheiras, porém sempre quando puder estarei lado-a-lado, pois sei que só a educação transforma, e a sociedade é um espelho do que acontece na escola.
Por fim, e o mais importante, exponho que me traz um mar de esperanças nosso atual momento (muito, mas muito além daquela depositada na grande política oficial que afunda na corrupção sistêmica e nos pântanos da propaganda enganadora e emburrecedora).
Ver os alunos se mobilizando junto à seus pais e professores e aos funcionários para ocupar seus ambientes escolares é o ápice dessa esperança!

Para acompanhar:






https://www.facebook.com/Educa%C3%A7%C3%A3o-Municipal-e-Estadual-do-Rio-em-GREVE-1398534863703304

---------

Lista e páginas das escolas ocupadas no RJ:
[‪#‎RIODEJANEIRO‬] ATUALIZAÇÃO: SEGUE LISTA DAS OCUPAÇÕES DE ESCOLAS CONFIRMADAS , 05 ABRIL, SEGUIDO DE ENDEREÇO E PÁGINA:
1- ‪#‎OcupaMendes‬: Rua Pio Dutra, 353 - Freguesia (Ilha do Governador), Rio de Janeiro - RJ, 21911-200
2- ‪#‎OcupaGomes‬: Rua São Maurício, 87 - Penha, Rio de Janeiro - RJ, 21070-490.
3- ‪#‎OcupaHL‬: Endereço: R. Cuba, 320 - Penha, Rio de Janeiro - RJ, 21020-160. - C.E Heitor Lira
4- ‪#‎OcupaCairú‬: Rua Soares, 95 - Meier, Rio de Janeiro - RJ, 20780-070.
5- ‪#‎OcupaEuclydes‬: Rodovia Amaral Peixoto, Lote 1 - São José de Imbassai, Maricá - RJ, 24942-395.
6- ‪#‎OcupaNery‬: Av. Santa Cruz, 2 - Humberto Antunes, Mendes - RJ, C.E Dr°João Nery
7- ‪#‎OcupaMatias‬: Rua Conde de Araruama, 439 - Centro, Macaé - RJ, 27910-300 - C.E Matias Neto
8- ‪#‎OcupaBacaxa‬: Rua Capitão Nunes, S/N - Bacaxa - Saquarema / RJ - Escola Técnica Estadual Helber Vignoli Muniz
‪#‎OcupaEscola‬

Nenhum comentário:

Postar um comentário